Plantão LÍDER NEWS

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Câmara aprova contas de 2008 por unanimidade do Ex-prefeito Edimar Santos

A Câmara Municipal de Santa Cecília do Pavão realizou sessão especial na última segunda-feira (22), para julgamento da prestação de contas do exercício financeiro de 2008 de responsabilidade do ex-prefeito EDIMAR APARECIDO PEREIRA DOS SANTOS. 

Após notificação foi apresentada defesa por escrito e oral pelo ex-prefeito Edimar Santos e Advogado Dr. Julio Bittencourt, que com os devidos tramites regimentais, as contas do exercício de 2008 foram analisadas e submetida a julgamento com votação secreta pelos vereadores, onde TODOS OS VOTOS foram pela APROVAÇÃO das contas de 2008, votação por unanimidade.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Em Curitiba, vereadores fazem reivindicações para Santa Cecília do Pavão


Vereadores de Santa Cecília do Pavão estiveram em Curitiba, onde fizeram reivindicações em nome da população de seu município.

O presidente da Câmara, Joselito da Luz (PMDB) e edis cecilienses José Almeida dos Santos (PMDB), o Dega, Mauro Kendi Miyamoto (PSDB) contaram com o apoio do gabinete do deputado estadual e líder do governo, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB).

Inclusive o chefe de gabinete de Romanelli, Edimar Santos, também acompanhou a comitiva de vereadores de Santa Cecília do Pavão.

Na Secretaria Estadual de Esportes, ele reivindicaram material esportivos e a implantação de projetos naquela área ara o município.

Em visita ao Instituto das Águas do Paraná, presididido pelo ex-prefeito de Cornélio Procópio, Amin Hannouche, os vereadores solicitaram a doação de manilhas para Santa Cecília do Pavão.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Queda de muro de colégio estadual completa um ano em 6 de junho

Temporal ocorrido na noite de 6 de junho de 2014 provocou a queda de parte do muro do Colégio Estadual Barão do Rio Branco, de Assaí.
Um ano depois, a obra ainda não foi realizada.
Celebrando então aniversário de um ano, finalmente o governo estadual anunciou a liberação de recursos para a reconstrução do muro daquele colégio.
A licitação deve acontecer em 22 de junho.
Recentemente, sem precisar data, o deputado Tiago Amaral havia dito que a obra sairia em breve, o que deve acontecer então a partir dos próximos meses.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Cras de Sapopema recolhe garrafas pet para decoração de Natal

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), de Sapopema, realiza campanha de arrecadação de garrafas PET.

O material recolhido será transformado em uma decoração para o próximo Natal.

A campanha prevê distribuição de duas bicicletas para quem mais arrecadaram garrafas pet. Os participantes da promoção concorrem também a dois tablets, dois celulares e brinquedos (bonecas, bolas de futebol).

domingo, 14 de junho de 2015

MP investiga desvios em assembleias legislativas de todo o país

Deputados estaduais de vários estados foram flagrados metendo a mão no dinheiro público. Eles são suspeitos de contratar serviços que não são feitos e de manter funcionários fantasmas para embolsar os salários.
No Amapá, um empresário fez acordo de delação premiada com o Ministério Público. Denunciou esquema que desviou R$ 1 milhão em contratos de consultoria e prestação de serviços com a Assembleia Legislativa. “Eu ia realizar o serviço e ia ganhar em torno da metade do recurso sobre isso. Ia tirar o imposto e ia dividir os valores”, afirmou.
O Ministério Público investiga desvios que podem chegar a R$ 50 milhões. O presidente da Assembleia responde a mais de 40 processos por fraudes. Os deputados chegam a ter mais de 70 assessores, e nem todos trabalham. “Nunca entrei na assembleia. Era nomeado como assessor político e nunca peguei em um papel”, diz um suposto assessor.
São fraudes que se espalham pelo país. Na periferia de Maceió, duas irmãs nem sabiam que estavam na folha de pagamento de Assembleia ganhando R$ 12 mil por mês. “Nunca trabalhei na Assembleia Legislativa, não sei nem onde é. A única coisa que a gente faz é lavar roupa”, conta.
Juntos, os fantasmas da Assembleia de Alagoas receberam mais de R$ 15 milhões em três anos. “Pessoas humildes foram utilizadas para serem colocadas na folha de salários da Assembleia Legislativa e receberem esses pagamentos. Algumas conheciam, sabiam da irregularidade, outras desconheciam essa irregularidade”, afirma o representante da Controladoria-Geral da União em Alagoas, José William da Silva.
Em quatro estados, as despesas com pagamento de assessores nas assembleias são maiores que na Câmara dos Deputados. Em Goiás, nem todos trabalham. Segundo o Ministério Público, caso de um padre e de uma manicure, que saiu correndo ao ser procurada para dar explicações.
No Rio Grande do Sul, um esquema de funcionários fantasmas foi denunciado pelo ex-chefe de gabinete do deputado Doutor Baségio, do PDT. Ele diz que assessores, muitos sem trabalhar, revolviam os salários ao deputado, como mostra um vídeo.
Outra fonte de desvios é a chamada verba indenizatória. No Rio Grande do Sul, os 55 deputados receberam mais de R$ 4,5 milhões para rodar mais de oito milhões de quilômetros, o equivalente a 10 viagens de ida e volta até a lua. Parte do valor a ser pago aos deputados é controlado pelo medidor de quilometragem dos carros.
O ex-chefe de gabinete conta que o marcador de vários carros é fraudado em oficinas mecânicas. “Levei o carro para fazer a adulteração no mínimo umas seis, sete vezes. Então, você joga para cima essa quilometragem”, afirma.
Na oficina especializada, ele mostra como a fraude acontece. Em minutos, a quilometragem do carro é aumentada em cinco mil quilômetros. “Isso é uma vergonha. E quem cometeu esse tipo de crime, sendo comprovado, tem que pagar por isso”, afirma o presidente da Assembleia, Edson Brum.
Um porta voz do deputado Moisés Souza, presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, disse que é tudo perseguição do Ministério Público e negou as acusações.
O deputado Diógenes Baségio, do Rio Grande do Sul, nega o esquema de fantasmas e disse que nunca exigiu dinheiro de assessores.
do Bom Dia Brasil

sábado, 13 de junho de 2015

Não desgrudar do celular durante descanso pode ser considerado vício

Algumas pessoas não conseguem desgrudar dos aparelhos nem na hora de descansar. E alguns especialistas consideram que esse comportamento já virou vício.

Nesta quinta-feira (4), em São Paulo, fez um dia perfeito para aproveitar no parque. Mexendo no celular?

Na verdade, nós queríamos deixar o celular no carro, mas não consegue. Então vai andando e vai...”, assume Eliane Coates, gerente negócios internacionais.

Até uma criança consciente concorda que o celular tem suas utilidades. Mas quando a gente vê um casal caminhando junto, e os dois no celular sem se falar de verdade é estranho, não é não?

Homem: Estamos trocando foto, só.
Jornal Nacional: Com outras pessoas?
Homem: Não, com a gente mesmo!

Celular na mão de 68 milhões de pessoas

Ele atrapalha o passeio de quem tem que parar de andar de patins, de bicicleta para atender.

“Para ligar para o meu marido, que está aqui com a minha filha”, explica uma mulher.

Quem diria, hein?! De novo a lição vem de um filho consciente.

“Na verdade, acho que o parque é só para ficar longe disso mesmo.”, diz João Vítor, filho da mulher.

E você acredita que uns metros para frente, a equipe do Jornal Nacional encontrou o pai do João Vitor com a bicicleta em movimento, adivinha fazendo o quê?

Pai do João Vítor: Ela me ligou, eu fiquei preocupado de ser alguma coisa urgente e atendi o telefone.
Jornal Nacional: E andando na bicicleta?
Pai: Andando na bicicleta. Tá errado, tinha que parar.

Tratamento para voltar a vida real

Todos esses comportamentos mostrados na reportagem são tão comuns porque hoje no Brasil tem 68 milhões de pessoas com um celular na mão usando a internet. Quer dizer, a gente faz isso quando está em casa, quando vai comer alguma coisa em algum lugar. A gente faz isso quando está no trabalho, a gente faz isso demais, né!?

“Todo comportamento que você tende a repetir com uma certa intensidade, ele inevitavelmente vai produzir a liberação da dopamina, que é um neurotransmissor que ele produz a sensação de prazer, de euforia. Então, em um determinado momento, quando esse indivíduo começa a usar uma, duas, três, quatro, ele começa a ficar tão conectado que ele, do ponto de vista cerebral, começa a apresentar a necessidade de voltar a se conectar de novo para ter aquele prazer”, diz Cristiano Nabuco, psicólogo do HC.

Vira vício. E se você tem arrepios só de olhar para o símbolo de proibido o uso de celulares, pode tentar voltar para a vida real em um tratamento de choque.

“A meditação vai na raiz, ela vai limpar a ansiedade, e aí, sim, você vai ter uma percepção, uma visão melhor do que esse aparelho vai estar influenciando na sua vida. Então, a gente tendo uma visão mais clara, aí sim a qualidade de vida aumenta, e a gente consegue viver a vida plenamente.”, diz Flávia Miranda Batista, professora da meditação transcendental.

do Jornal Nacional

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Sem licitação, Jornal Metropolitano divulga atos da prefeitura de Assaí


Em anos anteriores, o jornal Sol Nascente era considerado Órgão Oficial do Município de Assaí, conforme projeto de lei aprovado pela Câmara de Vereadores.

Ocorre que, em março de 2013, o radialista Devonir Custódio fez a abertura da empresa Jornal Metropolitano Express, que publica o Jornal Metropolitano.

A partir daí, o município de Assaí passou a publicar seus atos oficiais no Jornal Metropolitano, e não mais no Sol Nascente.

Tal situação se mostra irregular perante a lei, porque a contratação do Jornal Metropolitano como órgão oficial não foi precedida da realização de procedimento licitatório.

De acordo com a Recomendação Administrativa nº 16, de 4 de dezembro de 2012, assinada pelos promotores Kele Cristiani Diogo Bahena e Joel Carlos Beffa, do Núcleo Regional de Trabalho de Proteção ao Patrimônio Público do Norte Pioneiro, de Santo Antônio da Platina, “a escolha do veículo para publicação em mídia impressa deve ser feita anualmente mediante procedimento licitatório que propicie participação de jornais de circulação no Município e região em que se situe. A aprovação de circulação deve ser exigida como qualificação técnica para habilitação no certame. O resultado da licitação deve ser enviado à Câmara de Vereadores para edição da lei”.

Ainda conforme aquela recomendação, “o gestor deverá manter, no mínimo, 10 (dez) exemplares do jornal oficial nos setores da administração, ex., prefeitura, secretarias, postos de saúde, biblioteca municipal, escolas, etc”.

De acordo com a Receita Federal, o Jornal Metropolitano Express (que tem como nome empresarial Devonir Custódio – ME) atua no segmento de edição de jornais diários, agências de notícias e atividades de gravação de som e de edição de música. A data de abertura da empresa é de 28 de março de 2013.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Motorista usa placas falsas de Londrina para transportar contrabando

Um homem foi preso durante a madrugada desta quinta-feira (4) por transportar mais de 1.900 pacotes de cigarros contrabandeados. Os produtos estavam dentro de um Astra com placas falsas de Londrina. O veículo, na verdade, havia sido furtado em Ribeirão Preto no dia 13 de maio e tinha placas originais daquela cidade.

Os policiais rodoviários descobriram as irregularidades durante atendimento a um acidente de trânsito. O Astra e outro veículo bateram na PR-092, no km 276, em Siqueira Campos. O condutor do segundo carro fugiu e não foi encontrado. Já o condutor do Astra foi preso e encaminhado à delegacia.

do Bonde

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Passageiros criticam condições de rodoviárias de Assai, Cambé, Ibiporã e Jataizinho

Em um país em que o modal rodoviário é a principal opção adotada para o transporte de passageiros em detrimento das ferrovias, a manutenção de condições mínimas de infraestrutura das rodoviárias é primordial. No entanto, os passageiros de ônibus intermunicipais e interestaduais têm que encarar infraestrutura precária das rodoviárias em municípios importantes da Região Metropolitana de Londrina. 

A reportagem da Folha de Londrina circulou por cinco rodoviárias da região e constatou a situação dos terminais.

Na rodoviária de Cambé, o taxista Antônio Francisco, de 70 anos, diz que as condições do espaço influenciam até no movimento. "Dos sete guichês existentes, só um está em operação. Três empresas que operavam aqui antigamente deixaram a cidade. Os banheiros estão péssimos, os vidros estão sujos ou quebrados, as esquadrias estão todas enferrujadas e moradores de rua vêm se refugiar aqui", lamenta. O mictório do banheiro masculino destruído e não há bebedouros funcionando. 

Atualmente, o terminal cambeense tem um fluxo de 14 ônibus regulares e três ônibus metropolitanos, totalizando 80 passageiros por dia. O gráfico João Umbelino Filho, de 58 anos, frequenta o local apenas para utilizar a lanchonete, mas critica a falta de limpeza. "Se colocassem mais lojas aqui, seria possível dar uma reagida e mais pessoas frequentariam a rodoviária", aconselha. 

Em Assaí, a situação é ainda pior. O prédio tem um fluxo de cerca de 30 passageiros por dia. Pias do banheiro estão sem cubas, há vazamentos e apenas um guichê está em funcionamento. O local também tem vidros sujos ou quebrados e esquadrias, enferrujadas. Falta iluminação e não há segurança adequada. 

terça-feira, 9 de junho de 2015

Máquinas de prefeitura são apreendidas em Mauá da Serra

Após uma denúncia, a Polícia Civil apreendeu na tarde de sábado (6) quatro caminhões e dois tratores da Prefeitura de Mauá da Serra, próximo de uma propriedade rural localizada em Marilândia do Sul, no Norte do Paraná. A suspeita é que os veículos foram utilizados para obras na propriedade do irmão do vice-prefeito, Sérgio Paschoal (PR).

Segundo a Polícia Civil de Marilândia do Sul, os caminhões e tratores foram encontrados em uma estrada rural e oito servidores do município vizinho trabalhavam no cascalhamento da via.

Os funcionários foram liberados no sábado após prestar esclarecimentos. Já os veículos com identificação da Prefeitura de Mauá da Serra permaneceram no pátio da delegacia até o início da tarde deste domingo (7) quando também foram liberados.

A delegacia informou que o prefeito Nicolau Muniz Júnior (PSC) e o proprietário da área rural se apresentaram e foram ouvidos sobre o caso. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar a suspeita de crime por improbidade administrativa.

De acordo com informações do boletim de ocorrências da Polícia Militar (PM), a denúncia teria partido do próprio vice-prefeito do município de Mauá da Serra. Paschoal e o prefeito Nicolau Júnior não foram localizados pela reportagem neste domingo para comentar a apreensão dos veículos.

do Bonde

LÍDER Vídeos | CURIÚVA e SCPAVÃO

Loading...

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM
1 - Jorge & Mateus - Nocaute
2 - Bruno & Marrone - Agora (Ao vivo)
3 - Gusttavo Lima - Que mal te fiz eu? (Diz-me)
4 - Ludmilla - Hoje
5 - Marcos & Belutti - Então foge
6 - Henrique & Juliano - Cuida bem dela (Ao vivo)
7 - Munhoz & Mariano - Seu bombeiro (Ao vivo)
8 - Luan Santana - Eu não merecia isso
9 - Fernando & Sorocaba - Bobeia pra ver (Ao vivo)
10 - Henrique & Diego - Suíte 14 (Ao vivo)

Atualização em 01 de março / 2015