Esporte NOTÍCIAS

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Após sobreviver a acidente, corretor de imóveis tem mão reimplantada

Rapaz de 30 anos bateu o carro que dirigia contra um caminhão na BR-369.
Cirurgia feita em Londrina foi feita por um microcirurgião de São Paulo.


Luiz Viezzi se recupera no hospital após a realização de complexa cirurgia (Foto: Vinicius Frigeri/RPC)Um corretor de imóveis que sobreviveu a um acidente grave há cerca de duas semanas na rodovia BR-369, em Londrina, no norte do Paraná, pode se considerar vitorioso por mais um motivo: ele perdeu a mão esquerda no acidente e o membro foi reimplantado com sucesso.
O cara de bem com a vida sob o leito do hospital tem uma explicação para o que aconteceu com ele. "A sensação é ótima. A hora que eu mexi o dedo foi um milagre", diz emocionado Luiz Eduardo Viezzi.
No dia 17 de dezembro, o Luiz e mais dois amigos iam para a praia em uma caminhonete. Na estrada, o corretor contou que se distraiu ao volante e bateu em um caminhão. Foi socorrido e levado às pressas para o hospital. 
A médica Flávia Porto foi quem deu o primeiro atendimento para o Luiz.
"No primeiro atendimento a gente tenta estabilizar o paciente o mais rápido possível. Conversamos com a equipe que fará a cirurgia e deixamos tudo pronto. O atendimento inicial é organizado para fazer com que o procedimento cirúrgico seja feito de forma segura e rápida", detalha a médica Flávia Porto.
O Alexandre Aoyagui é microcirurgião e veio de São Paulo para realizar a cirurgia. Foram 11 horas de trabalho para reimplantar a mão. Dias depois, outra cirurgia, para reconstituir a pele do paciente.
"É uma cirurgia complexa, mas que depende do atendimento inicial, do procedimento cirúrgico, da equipe que fará parte desta cirurgia. E muito importante também o procedimento pós-operatório", explica o microcirurgião. 
O Luiz deve ter alta nos próximos dias. O médico afirma que a recuperação deve ser lenta, mas que o paciente tem chance de recuperar os movimentos dos dedos. Novas cirurgias não estão descartadas.
"Primeiro precisamos consolidar a parte óssea, para depois iniciar a fisioterapia. E isso pode demorar até dois meses. Possivelmente ele [Luiz] terá muita dor no punho devido a essa lesão, e pode ser que ele precise passar por uma nova cirurgia", detalha Alexandre Aoyagui.
Para 2016, o corretor de imóveis tem um plano. "Vou me dedicar o máximo que posso para recuperar tpdos os movimentos da mão", pontua o Luiz Eduardo Viezzi.
Do G1 PR

CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL 2016

  • SAB 30/01/2016 COUTO PEREIRA 19:30
    CFCFCC
  • DOM 31/01/2016 14 DE DEZEMBRO 17:00
    TOLFOZ
  • DOM 31/01/2016 GERMANO KRÜGER 17:00
    OPECAP
  • DOM 31/01/2016 ESTÁDIO DO CAFÉ 17:00
    LONPST
  • DOM 31/01/2016 WILLIE DAVIDS 17:00
    MARRPR
  • DOM 31/01/2016 DURIVAL BRITTO 19:30 
  •  PARJMA




GLOBO ESPORTE

Central do Mercado: volta de Lugano ganha vida; Londrina busca Léo Moura

Presidente do Cerro Porteño já admite possibilidade de zagueiro retornar ao São Paulo. Lateral-direito tem boa chance de acertar com o clube do interior paranaense


Rogério Ceni São Paulo Lugano (Foto: Marcos Ribolli)
Uma simples conversa pode definir se Lugano voltará ao Brasil para defender o São Paulo em 2016. Juan José Zapag, presidente do Cerro Porteño-PAR deseja bater um papo franco com o zagueiro para saber de suas reais pretensões. Tudo indica que a vontade do jogador é traçada por um retorno ao Morumbi. O dirigente aguarda um pedido formal do atleta para que a negociação possa acontecer. Lugano tem o aval do técnico Edgardo Bauza para defender o Tricolor paulista novamente.

Quem também parece estar prestes a voltar ao futebol brasileiro é Leonardo Moura. Depois de passar pela segunda divisão americana e pela Índia, o lateral-direito tem negociação adiantada para reforçar o Londrina, que subiu para a Série B do Brasileiro. Segundo Sérgio Malucelli, gestor do clube paranaense, a chance do acerto é enorme e ele deve sair até o fim de semana. A última camisa que Léo Moura defendeu no Brasil foi a do Flamengo, time que defendeu por quase uma década. 

ESSE É NOSSO BRASIL...Em prisão domiciliar, auditores conseguem férias

Réus da quarta fase da Publicano, o auditor Márcio de Albuquerque Lima e o empresário Kouchi Yui foram autorizados a passar uma temporada no Rio


O juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, autorizou auditores fiscais e réus da quarta fase do Operação Publicano, que apura a ação de uma organização criminosa na Receita Estadual de Londrina, a fazerem viagens de férias.
Alguns deles, como o auditor Márcio de Albuquerque Lima, apontado como líder do esquema de cobrança de propina, e o empresário Kouchi Yui, que teria intermediado um acordo de corrupção, estão em prisão domiciliar determinada pelo Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná, mas foram autorizados a passaram uma temporada de férias no Rio de Janeiro. O mesmo benefício foi concedido à auditora Ana Paula Pelizari Marques de Lima, mulher de Márcio de Albuquerque. Ela, porém, teve a prisão preventiva revogada pelo TJ, embora haja contra ela medidas restritivas alternativas à prisão. 
Em razão disso, o promotor Renato de Lima Castro, que está plantão durante o recesso forense, fez pedido de providências ao TJ para "que se restabeleça o comando das decisões do Tribunal de Justiça que colocou auditores em prisão domiciliar". "Eles estão presos e preso não tira férias", apontou Castro, que atua na Defesa do Patrimônio Público e em colaboração com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), responsável pelas investigações da Publicano. 
Também fizeram pedidos de viagens de férias ou participação em festas, como formaturas, e obtiveram decisão favorável de Nanuncio os auditores Paulo Sérgio Quaresma (Rio de Janeiro); Nelson Mandelli (Balneário Camboriú, SC); Amadeu Serapião (Florestópolis, PR); Antonio Carlos Lovato (Marília e Campinas – SP); Amado Batista Luiz(litoral paranaense); José Aparecido Valêncio (Caldas Novas, GO); Ricardo de Freitas (Balneário Camboriú e Avaré, SP); o advogado Luiz Lopes Barreto (Gauraci, PR); e o particular Júlio Camargo, que se passava por auditor (Florianópolis). Camargo, Barreto, Freitas, Quaresma e Luiz também estão em prisão domiciliar. 
A decisão de converter a preventiva – decretada no começo do mês por Nanuncio – em prisão domiciliar foi do juiz substituto em 2º grau Marcel Guimarães Rotoli de Macedo, da 2ª Câmara Criminal do TJ. Ele entendeu que caberia, no caso de alguns auditores, a prisão domiciliar – seria suficiente para garantir que os réus não atrapalhassem as investigações. No caso de outros auditores, o magistrado entendeu que não havia fatos novos na Publicano 4 e, portanto, revogou a prisão, fazendo prevalecer habeas corpus que eles já haviam obtido no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Na quarta fase da Publicano, 47 tiveram a prisão decretada e 110 foram denunciados.
Folha Web

Salário mínimo de 2016 será de R$ 880 a partir de 1º de janeiro

Mínimo atual é de R$ 788; novo valor corresponde a reajuste de 11,6%.
Decreto será publicado na edição desta quarta (30) do 'Diário Oficial'.


A presidente Dilma Rousseff assinou nesta terça-feira (29) decreto que fixa em R$ 880 o salário mínimo que entrará em vigor em 1º de janeiro de 2016. O decreto será publicado na edição desta quarta-feira (30) do "Diário Oficial da União".
Atualmente, o salário mínimo é de R$ 788. O novo valor representa um reajuste de 11,6%. A inlfação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é de 10,28% no acumulado de 2015 até novembro e de 10,97% no acumulado dos últimos 12 meses.
Em agosto, quando enviou a proposta de Orçamento de 2016 ao Congresso Nacional, ogoverno previa uma elevação do mínimo para R$ R$ 865,50. Quando o Congresso aprovou, no último dia 17, a previsão era R$ 870,99.
O valor foi alterado porque é atualizado com base nos parâmetros estabelecidos para sua correção – crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes e inflação do ano anterior medida pelo INPC, índice que reflete a alta de preços para famílias com renda entre um e cinco salários mínimos.
Em nota, o governo informou que o reajuste dá continuidade à política de valorização do mínimo, "com impacto direto sobre cerca de 40 milhões de trabalhadores e aposentados, que atualmente recebem o piso nacional".

Do G1, em Brasília

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

SANTA CECÍLIA DO PAVÃO - MORADORES DA ÀGUA DO ZÉ MARIA PEDEM SOCORRO

COBRANÇA POR MELHORIAS NAS ESTRADAS RURAIS JÁ VÃO  PARA 3 ANOS.

MORADORES DA ÀGUA DO ZÉ MARIA, EM SANTA CECÍLIA DO PAVÃO JÁ NÃO AGUENTAM MAIS O DESCASO COM AS ESTRADAS RURAIS QUE ATÉ TRATOR FICA ENCALHADO, AS ESTRADAS DO MUNICÍPIO JÁ SÃO CONSIDERADAS AS PIORES DO NORTE DO PARANÁ...  O JORNAL MICROFONE ABERTO DA RÁDIO LÍDER FM 87,9 DE SANTA CECÍLIA DO PAVÃO RECEBE LIGAÇÕES DIÁRIAS SOBRE AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DAS ESTRADAS, QUE LEVA A VOZ DO POVO, MAS O PODER PÚBLICO NÃO REAGE POSITIVAMENTE AS RECLAMAÇÕES E PEDIDOS DE MELHORIAS, E AGORA A SITUAÇÃO FICOU AINDA PIOR, POIS A PONTE PRINCIPAL QUE OS PRODUTORES E MORADORES UTILIZAM CAIU. 
AS COBRANÇAS JUNTO À PREFEITURA MUNICIPAL JÁ VEM SE ARRASTANDO POR 3 ANOS, MAS A SITUAÇÃO CRÍTICA AINDA É DE DESCASO E ATINGE TAMBÉM MORADORES DOS BAIRROS 200 ALQUEIRES, 700 ALQUEIRES, LAGEADINHO E SEÇÃO SHINKÓ.


quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

ESTRADAS RURAIS DE SANTA CECILIA DO PAVÃO EM PÉSSIMAS CONDIÇÕES

MORADORES DA ZONA RURAL DE SANTA CECÍLIA DO PAVÃO SE HUMILHAM POR MELHORIAS NAS ESTRADAS

MORADORES DA ÀGUA DO ZÉ MARIA, EM SANTA CECÍLIA DO PAVÃO JÁ NÃO AGUENTAM MAIS O DESCASO COM AS ESTRADAS RURAIS QUE ATÉ TRATOR FICA ENCALHADO, AS ESTRADAS DO MUNICÍPIO JÁ SÃO CONSIDERADAS AS PIORES DO NORTE DO PARANÁ...  O JORNAL MICROFONE ABERTO DA RÁDIO LÍDER FM 87,9 DE SANTA CECÍLIA DO PAVÃO RECEBE LIGAÇÕES DIÁRIAS SOBRE AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DAS ESTRADAS, QUE LEVA A VOZ DO POVO, MAS O PODER PÚBLICO NÃO REAGE POSITIVAMENTE AS RECLAMAÇÕES E PEDIDOS DE MELHORIAS. 
OS MORADORES E PRODUTORES RURAIS QUE PRECISAM PASSAR POR AQUELE TRECHO NÃO SABEM MAIS O QUE FAZER... É UMA HUMILHAÇÃO..... CONFIRAM AS PALAVRAS DE DESABAFO DO INTERNAUTA TIAGO OLIVEIRA :  "Ta sem condição de passa de carro aqui se desse para mandar arrumar nos aqui e todos os nosso vizinho; sido Ayala, Robson Ayala, vaniudo, Miguel,Fabio Oliveira, Rodrigo. nos estamos pedindo as vossas ajudaAmilton Ynoue Amilton Ynoue e do prefeito: José serjio Juvêncio - para consertar essa estrada,a qui na água do Zé Maria - subida do Paulinho, agora época de planta precisamos passar ai com os implemento agrícola, mas ta atolando até trator 


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Com Edimar Santos, Walnei derrota candidato do prefeito em eleição em colégio em Santa Cecília do Pavão

A eleição unificada para diretor da rede estadual de ensino do Paraná - realizada na quinta-feira (03) - teve um ingrediente a mais em Santa Cecília do Pavão (PR). A eleição dessa semana dá mostrar do que poderá ser o pleito de outubro de 2016.

Apoiado pelo ex-prefeito Edimar Santos (PTB) e por correligionários, a chapa formada pelos professores Walney Gonçalves e Maurícia Borsatto derrotou o candidato do grupo do prefeito Padre Zezinho (PPS), o professor Élio Franciolli, que concorria à reeleição.

Inclusive encontro com o deputado estadual Requião Filho (PMDB), realizado há duas semanas em Santa Cecília do Pavão, havia se transformado em palanque eleitoral para o candidato Hélio Francioli. Além de servidores públicos que estiveram na reunião ainda durante o horário de expediente, o evento contou com a presença do o prefeito José Sérgio Juventino, o Padre Zezinho (PPS), os vereadores Amilton Ynoue (PT), Gleisson José Gonçalves (PSDB) e Manoel Rodolfo (PPS), além do ex-vice-prefeito e ex-vereador Paulo Gonçalves.

Ao comemorar o êxito na campanha, o novo diretor Walnei Gonçalves aproveitou para agradecer "a todos que deram um voto de confiança na Chapa 01. Quero dizer que, sem o apoio dos professores, funcionários, pais e alunos, não teríamos atingido esse número tão expressivo de votos: 181 a 92".

Walnei também agradeceu o apoio do ex-prefeito Edimar Santos, dos deputados Romanelli e Alex Canziani, da superintendente da educação do Paraná, Fabi Santos. e "e todos que acreditaram em nosso trabalho. Agora temos uma missão, transformar a educação do Colégio Estadual Jerônimo Farias Martins. Vamos lutar muito por uma educação de qualidade para nossos alunos!!".

Na avaliação de Edimar Santos, "a disputa é algo importante, para a manifestação da democracia e, nada melhor do que exercê-la em uma escola, que forma e orienta novos profissionais, sejam eles professores ou governantes. Meu respeito e admiração por todos os diretores, entre eles Agenor dos Santos, Nilza Durães, Élio Francioli e todos os demais que desempenharam suas funções no Colégio Estadual "Jerônimo Farias Martins".

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Vereadores reprovaram aumento de 21% da água em Santa Cecília do Pavão

Por 7 a 1, a Câmara de Vereadores reprovou projeto de lei do prefeito José Sérgio Juventino, o Padre Zezinho (PPS), que pretendia aumentar em 21% a taxas de água e esgoto em de Santa Cecília do Pavão. Único a apoiar a medida foi o vereador Manoel Rodolfo (PPS). 
 
Vereadores consideraram que não havia motivos para aumento de preços da Samae (Serviço Autonômo Municipal de Água e Esgoto), porque inclusive, segundo a própria direção, a autarquia contava com pelo menos R$ 200 mil em dinheiro em caixa.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Assaí, Santa Amélia e Santa Mariana têm piores índices de dengue

Não é apenas o elevado índice de chuvas que o fenômeno climático El Niño está provocando no Norte Pioneiro e em muitas outras regiões do País. O clima quente típico deste período acaba sendo um aliado a mais para a proliferação do mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

Quase 30% dos municípios do Norte Pioneiro estão em situação de alerta para surto da dengue, isto significa que em 14 cidades o índice de infestação de larvas do mosquito varia de 1% a 3,9% nos imóveis visitados pelo agentes de endemias. Já nos municípios Santa Amélia e Santa Mariana o patamar é mais grave: os índices de infestação chegam a 12,6% e 6,5%, respectivamente, já caracterizado como risco de surto da doença. Outros 33 municípios estão em situação satisfatória, com índice abaixo de 1%. A situação é preocupante pois, a a Organização Mundial da Saúde estabelece como limite para a infestação do mosquito a marca de 1% dos imóveis.

Os dados para esse levantamento referem-se aos meses de setembro e outubro, que fazem parte do quinto ciclo da dengue, e foram fornecidos pelas seguintes Reginais de Saúde: 3ª, 17ª, 18ª, 19ª e 21ª. Segundo o último Boletim de Dengue, da Secretaria Estadual de Saúde, referente de agosto de 2015 a 25 de novembro de 2015, o Paraná teve 518 casos de dengue confirmados (518 autóctones e 37 importados) e nenhum óbito no período. No total, já são 7.966 casos notificados no período.

sábado, 5 de dezembro de 2015

Câmara pode cassar mandato de vereador em Santa Cecília do Pavão

Pelo menos três polêmicas marcaram a reunião ordinária da Câmara de Vereadores de Santa Cecília do Pavão, na noite dessa segunda-feira (30).

A primeira se refere à reprovaçlão de projeto de lei encaminhado pelo prefeito José Sérgio Juventino, o Padre Zezinho (PPS), que pretendia aumentar em 21% a taxa de água e esgoto no município. A votação terminou em 7 a 1. Único a apoiar a medida foi o vereador Manoel Rodolfo (PPS).

No entanto, o assunto mais comentado da noite foi o recebimento de denúncia contra o vereador Amilton Ynoue (PT), que pode levar à cassação de seu mandato.

A Comissão de Investigação é formada pelo presidente Bruno Gavioli Cestário (PTB), pelo relator Amauri Ynoue (PTB), o Peixinho, e pelo membro Gleisson José Gonçalves (PSDB). Após a nomeação dos integrantes, a comissão tem prazo de cinco dias para início dos trabalhos.

Segundo o presidente Joselito da Luz (PMDB), a comissão terá o prazo de 90 dias para finalizar os trabalhos, que terão sequência mesmo durante o recesso parlamentar, ou seja, entre 15 de dezembro de 2015 e 15 de fevereiro de 2016.

A investigação gira em torno de suposta quebra de decoro parlamentar praticada pelo vereador Amilton Ynoue, o Miltinho do PT. Ele teria ido à casa de um morador e comentado que casas populares não são liberadas, porque outros vereadores têm se posicionado contra.

Ainda durante a sessão legislativa, a terceira polêmica começou quando o vereador Miltinho comentou que a Câmara Municipal deveria se preocupar com questões mais importantes. Entre as irregularidades apontadas, ele citou o caso do advogado e do contador que não cumprem carga horária, aparecendo ao local de trabalho apenas uma ou duas vezes por semana.

O vereador Miltinho também citou que o presidente Joselito da Luz havia recebido pelo menos 65 diárias, no total de R$ 26 mil, em dois anos. Em resposta, Zelito relatou que Miltinho do PT havia gasto R$ 11 mil em diárias em dois anos, na condição de vereador e ainda de funcionário público da prefeitura de Santa Cecília do Pavão.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

WALNEY GONÇALVES E MAURICIA BORSATTO VENCEM ELEIÇÃO DO COLÉGIO JERÔNIMO FARIAS MARTINS EM SANTA CECÍLIA DO PAVÃO


AS ELEIÇÕES PARA DIRETOR DAS ESCOLAS ESTADUAIS EM MOVIMENTOU TODO O ESTADO DO PARANÁ. E EM SANTA CECÍLIA DO PAVÃO NÃO FOI DIFERENTE, VÁRIAS PESSOAS COMPARECERAM NO COLÉGIO ESTADUAL JERÔNIMO FARIAS MARTINS NESTA QUINTA-FEIRA 03.12.15.
CONCORRERAM AO CARGO DE DIRETOR: WALNEY GONÇALVES E VICE  MAURÍCIA BORSATTO  PELA CHAPA 01,  JÁ  ELIO FRANCIOLLI  E VICE MANOEL MESSIAS RODOLFO PELA CHAPA 02.
DEPOIS DE MAIS DE 20 ANOS COMO DIRETOR, O Sr ELIO FRANCIOLLI FOI DERROTADO POR 181 À 92 VOTOS.
ALUNOS E PAIS DE ALUNOS COMPARECERAM EM MASSA PARA A VOTAÇÃO QUE INICIOU AS 08:00 Hs E FOI ATÉ AS 22:00 Hs, E A RÁDIO LÍDER FM 87,9 DE SANTA CECÍLIA DO PAVÃO ACOMPANHOU TODA A MOVIMENTAÇÃO.

Claudinho Silva

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Funcionário público precisa ser valorizado: 'gestão de pessoas'

Em lembrança ao Dia do Funcionário Público comemorado na quarta-feira (28), não haverá expediente na prefeitura de Assaí na sexta-feira, 30 de outubro.

A administração municipal decretou então ponto facultativo, com exceção das repartições com atividades consideradas essenciais e indispensáveis, a exemplo do serviço de saúde.

Apesar de cruzar os braços na sexta-feira, em comemoração a seu dia, o funcionalismo público não tem muito o que comemorar em Assaí.

Sabe-se que a prefeitura local está entre os maiores empregadores da cidade. Inspirada nas "melhores empresas para se trabalhar", a administração municipal deveria então partir do conceito de departamento de "recursos humanos" para o de "gestão de pessoas".

Funcionalismo público deve ser visto além do número de sua matrícula. Deve ser considerado como ser humano, cujo empregador tem preocupação além de produitividade e frequência ao local de trabalho, mas voltando também a atenção a sua satisfação pessoal e profissional e qualidade de vida.

Para a comunidade, o que sobra é a lembrança daquele servidor que não não atende bem a população, porque os melhores exemplos, as melhores práticas não têm sido valorizadas e reforçadas pela administração municipal.

Há necessidade urgente de se adotar uma política constante de valorização do servidor público, situação essa que não passa tão somente pela questão salarial. Valorização que contempla também a tríade participação-envolvimento-comprometimento, além de progressão funcional baseada em meritocria, ou seja, por seus próprios méritos.

Uma das maneiras de valorização seria dar maior atenção à associação dos servidores públicos, a Aresma, que historicamente vem se desfalecendo por falta de estrutura. Outra: regularização da situação de servidores em cargos de confiança e realização de concurso público. E há ainda muitas coisas a fazer.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Jornalista Ataíde Cuqui lança livro sobre o golpe militar

Afinal, que ditadura foi aquela?” Este é o título do livro que o jornalista procopense, Ataíde Cuqui, lança nesta quinta-feira (22). A obra explora o período da ditadura militar brasileira em sua cidade com narrativa feita de forma jornalística. Traz relatos de políticos, estudantes e membros da sociedade local que conviveram com o regime, entre 1964 e 1985, e um registro do cenário político na cidade desde o golpe militar até os resultados da Comissão da Verdade. 

O livro é baseado e construído com oito personagens entrevistados, casos do ex-secretário de Fazenda do governo José Richa e ex-secretário do Codesul, Erasmo Garanhão, do ex-prefeito e ex-deputado constituinte Oswaldo Trevisan, do jornalista Paulo Martins e do empresário Floriano Leite Ribeiro, entre outros. Eles falam como viveram esse período histórico com a visão amadurecida de hoje, suas memórias, aventuras e opiniões íntimas, assim como as contradições das esquerdas após a democratização. 

A ideia para o desenvolvimento da obra, segundo o autor, foi impulsionada pelo momento atual da política brasileira. Motivada pelas manifestações que vêm ocorrendo nos últimos anos, face a sucessivas denúncias de desvio de dinheiro público, busca estabelecer comparativos entre os pontos de vista sobre aquele período e o momento atual e as alternativas de lazer do jovem da época. 

“É uma revisitação à própria história em busca de lições que inspirem a caminhada no presente e o desejo de escrever sobre s fatos que permearam nosso cotidiano ao longo dos pouco mais de vinte anos que durou aquele período. Se gerou temor às pessoas da nossa sociedade, também mostrou a alegria de uma época que ficou no passado”, revela Cuqui em sua obra de pouco mais de 80 páginas com boas ilustrações da época, vista por ele como das mais glamorosas. 

Também conta sua trajetória profissional nos últimos cinquenta anos como jornalista, radialista e músico. “Seu livro nos conduz para uma leitura suave e atraente da primeira à última página, porém, austera, revelando fatos extraordinariamente interessantes vividos como comunicador social”, cita seu colega jornalista e empresário Athayde Alves de Oliveira, em sua apresentação da obra. O lançamento será na Cervejaria Charles Miller, Rua Ruy Barbosa, a partir das 19h30.

Ataíde Cuqui

domingo, 1 de novembro de 2015

Juninho Torquato discursa na Câmara de Vereadores depois de 16 meses

Depois de 16 meses afastado da Câmara Municipal de Assaí, o vereador Jorge Torquato Júnior (PTB) retomou suas atividades na noite desta segunda-feira (26).

Durante seu breve discurso diante da tribuna da Casa de Leis, ele destacou que "coloquei Deus na frente". Por isso, não estava lá para falar mal ou criticar alguém.

Sobre o processo de cassação, ele considerou como um momento muito difícil de sua vida, tendo conseguido permanecer de pé, graças principalmente a Deus e ao apoio da família.

Demonstrando tranquilidade, Juninho Torquato também ressaltou que não havia feito mal algum, durante seu período como secretário municipal de Saúde. Inclusive citou que até vereadores haviam já destacado a sua atuação como secretário..

Também acrescentou que, com seu afastamento do cargo, "eu não fui cassado; 868 pessoas que votaram em mim que foram cassadas". Ainda sem definir se será candidato ou não no ano que vem, Juninho Torquato avaliou que cabe ao povo avaliar e tirar o político do cargo, principalmente na próxima eleição.

Inclusive ele ressaltou que nem pretende sair candidato no último pleito. Decidiu concorrer à eleição apenas para ajudar o candidato do prefeito do grupo. Como testemunhas de tal situação, Juninho citou os vereadores Amarildo Aparecido Corrêa (PTB), Waldenei Cebolinha Simões (PR) Sílvio Carlog Guadaguini (PMDB).

No primeiro discurso depois de 16 meses longe da Câmara, Juninho Torquato ressaltou que não tem mágoa no coração, que é de Deus, enfatizando ainda o lema "perdoar para ser perrdoado". Ele também asseverou que se fizer o mal, coisas ruins vão se voltar para a pessoa, apesar de, às vezes, muitos não terem ciência disso.

sábado, 31 de outubro de 2015

Cooperativas sustentam geração de empregos no Paraná

O mantra de que a “crise é o melhor momento para se investir e crescer” foge aos clichês e ganha efeito prático nos campos do Paraná. Enquanto milhares de empresas dos mais diversos segmentos cortam investimentos e demitem funcionários para tentar sobreviver, o cooperativismo caminha na contratendência. Sem ampliar a exposição aos riscos, o setor segue executando investimentos de peso, criando um efeito multiplicador que mantém o fôlego das economias regionais.

Mais do que movimentar cifras milionárias para dar vida a grandes projetos, os investimentos das cooperativas permitem uma “injeção na veia” na geração de empregos ao redor do estado. A cada nova indústria inaugurada, milhares de vagas são abertas, exigindo inclusive mão de obra de outras regiões. Das 20 cidades que mais geraram postos de trabalho em 2015, 14 possuem algum tipo de vínculo com a atividade, mostram dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar). Destas, seis são sedes de cooperativas que faturaram mais de R$ 1 bilhão em 2014 – Medianeira, Cascavel, Cafelândia, Palotina, Marechal Cândido Rondon e Londrina (confira no gráfico).

Para os especialistas, dois fatores são decisivos para o bom desempenho do setor. O primeiro deles está relacionado ao fato de que as cooperativas agropecuárias estão diretamente ligadas a produção de alimentos, aponta Roberto Zurcher, economista da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). “Apesar do mundo não estar crescendo tão rápido como antes, há uma demanda crescente por alimentos. E mesmo com a crise as pessoas não deixam de consumir”, explica.

Aliado a isso, também pesa a filosofia de trabalho das cooperativas, que prioriza o capital humano. “Ao contrário de uma multinacional, por exemplo, as cooperativas têm um forte compromisso regional. Isso acaba motivando um esforço extra para manter a geração de empregos”, salienta Júlio Suzuki, diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes).

Para quem comanda esses empreendimentos bilionários, a manutenção do crescimento, mesmo em época de crise, tem ligação direta com a organização da cadeia produtiva, que prioriza a coletividade. “Um país só é desenvolvido quando a sociedade é organizada. As cooperativas são organizadas e alinhadas com as necessidades dos produtores e dos consumidores. Esse ponto é essencial para o sucesso de qualquer negócio”, destaca Frans Borg, presidente da Castrolanda, cooperativa instalada em Castro, nos Campos Gerais, que na semana passada, ao lado da Frísia e Capal, inaugurou uma Unidade Industrial de Carne, gerando mais 750 empregos para região.

Assim, mais do que ganho econômico, também há forte impacto para a sociedade que convive com as cooperativas. “Os ganhos sociais são incalculáveis. A chegada de uma indústria impacta no setor de transporte, combustíveis, moradia, consumo, entre outros”, ressalta Renato Greidanus, presidente da Frísia, de Carambeí. “O cooperativismo é uma vocação do Paraná. Sem esse modelo teríamos muito menos empregos ligados ao campo”, complementa Zurcher, da Fiep.

do Avicultura Industrial

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Prefeitura de Curiúva abre concurso com salário de até R$ 8 mil

Com o objetivo de preencher 88 vagas imediatas e formar cadastro reserva em diversos cargos, a Prefeitura Municipal de Curiúva, no Paraná, recebe a partir de hoje, 28, as inscrições para o Concurso Público.

Os profissionais devem atuar em jornadas que variam de 20h, 24h, a 40h semanais, e farão jus à remunerações entre R$ 874,28 e R$ 8.398,74. Confira abaixo os cargos contemplados com este Concurso de acordo com a escolaridade exigida:

Nível Fundamental: Auxiliar de Serviços Gerais; Auxiliar de Mecânico; Mecânico; Motorista; Operador de Máquinas Pesadas; Vigia; Secretário Recepcionista (1 vaga); Agente de Endemias (5 vagas); Agente Comunitário de Saúde (14 vagas).

Nível Médio/Técnico: Agente Sanitário (1 vaga); Atendente de Consultório Dentário (1 vaga); Atendente de Creche (4 vagas); Atendente de Farmácia (2 vagas); Auxiliar Administrativo e Professor (12 vagas); Técnico nas áreas de Enfermagem (17 vagas); Higiene Dental (1 vaga); Radiologia; e Informática.

Nível Superior: Advogado (1 vaga); Assistente Social; Contador; Dentista de Atenção Básica (2 vagas); Enfermeiro da Atenção Básica (6 vagas); Enfermeiro Plantonista (3 vagas); Farmacêutico de Atenção Básica (2 vaga); Farmacêutico Hospitalar (2 vagas); Fisioterapeuta de Atenção Básica (2 vagas); Fonoaudiólogo (1 vaga); Médico - Clínico Geral (5 vagas); Médico - Plantonista (3 vagas); Nutricionista (1 vaga); e Psicólogo.

As inscrições devem ser realizadas entre os dias 28 de outubro de 2015 a 12 de novembro de 2015, no endereço eletrônico da organizadora www.fundacaofafipa.org.br. O boleto bancário referente a taxa de inscrição deve ser impresso e pago até a data do vencimento.

Os candidatos que tiverem as inscrições homologadas serão submetidos a aplicação de Prova Objetiva prevista para acontecer no dia 13 de dezembro de 2015, em horário e local a ser informado oportunamente. Em alguns cargos serão realizadas também Prova de Títulos e Prova Prática.

Este Concurso tem validade de dois anos, a contar da data de homologação, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Prefeitura.

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Funesplan entrega prêmio em dinheiro para associados sorteados

Durante a semana, os diretores Edimar Santos e Leizinha Gavioli, e o gerente Bruno Gavioli fizeram a entrega de R$ 4 mil em dinheiro de sorteio realizado entre associados do Funesplan (Grupo Familiar Santos).

Os ganhadores foram Alcino Corrêa do Nascimento, de Santa Cecília do Pavão (contemplado com R$ 2.000,00 em dinheiro), Silson Floriano (R$ 1.000,00), e José Gonçalves Campos (R$ 500,00), ambos de São Sebastião da Amoreira, além de Dalila Gonçalves da Rocha Silva, de São Jerônimo da Serra (R$ 350,00), e João Hipólito da Silva, de Curiúva (R$ 150,00),

Ao receber seu prêmio de R$ 350,00, na terça-feira (29), a moradora na Vila Rural Pedro Fonseca, de São Jerônimo da Serra, a associada Dalila Gonçalves da Rocha Silva contou que nem sabia que tinha sido sorteada. A seguir seu relato:

"Eu estava fazendo meu almoço e ouvi me chamando lá fora. Eeu sai e vi que eram os funcionários do Funesplan. Convidei eles para entrarem e tomar um café. Eles estavam disfarçando, e queriam me contar alguma coisa. E contaram que eu tinha sido uma das pessoas sorteadas e que eu tinha ganhado R$ 350,00. Nossa, eu fiquei tão contente que até esqueci do arroz no fogo e acabou queimando".

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

ASSOCIADA DO FUNESPLAN RECEBE PREMIO EM DINHEIRO

ASSOCIADA DO FUNESPLAN RECEBE PREMIO EM DINHEIRO EM SÃO JERÔNIMO DA SERRA


A ASSOCIADA DO FUNESPLAN, SENHORA DALILA GONÇALVES DA ROCHA SILVA RECEBEU NESTA TERÇA FEIRA 29/09/15 A QUANTIA DE R$ 350,00 EM DINHEIRO, O SORTEIO FOI REALIZADO NO DIA 25/09/15 PELOS DIRETORES DO FUNESPLAN EDIMAR SANTOS E LEIZINHA GAVIOLI, E O GERENTE BRUNO GAVIOLI.
A ASSOCIADA NOS CONTOU QUE NEM SABIA QUE TINHA SIDO SORTEADA E QUANDO OS AGENTES CHEGARAM NA CASA DELA PARA LHE DAR A NOTÍCIA, ELA FICOU MUITO CONTENTE.
"Eu estava fazendo meu almoço e ouvi me chamando la fora, eu sai e vi que eram os funcionários do Funesplan, convidei eles para entrarem e tomar um café. Eles estavam disfarçando, e queriam me contar alguma coisa, e contaram que eu tinha sido uma das pessoas sorteadas e que eu tinha ganhado R$ 350,00, nossa eu fiquei tão contente que até esqueci do arroz no fogo e acabou queimando." CONTA A ASSOCIADA Srª DALILA GONÇALVES DA ROCHA SILVA, MORADORA NA VILA RURAL PEDRO FONCECA DO MUNICÍPIO DE SÃO JERONIMO DA SERRA.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

FUNESPLAN SORTEIA R$ 4.000,00 EM DINHEIRO PARA ASSOCIADOS

SORTEIO FOI REALIZADO NESTA ULTIMA SEXTA 25 DE SETEMBRO


Relizado pelos diretores Edimar Santos e Leizinha Gavioli e Gerente Bruno Gavioli o sorteio aconteceu na tarde desta sexta-feira (25), totalizando R$ 4.000,00 em prêmios.
O associado Alcino Corrêa do Nascimento, de Santa Cecília do Pavão, foi contemplado com R$ 2.000,00 em dinheiro do Funesplan (Grupo Familiar Santos).
Os demais ganhadores são Silson Floriano (R$ 1.000,00), e José Gonçalves Campos (R$ 500,00), ambos de São Sebastião da Amoreira, além de Dalla Gonçalves da Rocha Silva (R$ 350,00), de São Jerônimo da Serra, e João Hipólito da Silva (R$ 150,00), de Curiúva.
Participou do sorteio quem pagou suas mensalidades pontualmente entre janeiro e agosto de 2015. Cada mensalidade dava direito a um cupom. O sorteio aconteceu ao vivo nesta sexta-feira pelas rádios Líder FM, de Curiúva, Lider FM, de Santa Cecília do Pavão, Vitória FM, de São Sebastião da Amoreira, Yolanda FM, de Nova Santa Barbara, Terra Nativa AM 1360, de Assaí, e Gazeta FM 87,9, de São Jerônimo da Serra,
Os ganhadores vão receber seu prêmio em dinheiro na segunda-feira, 28, nas unidades do Funesplan em suas cidades - ou seja, em Santa Cecília do Pavão (no caso de Alcino Corrêa do Nascimento), em São Sebastião da Amoreira (Silson Floriano e José Gonçalves Campos), São Jerônimo da Serra (Dalla Gonçalves da Rocha Silva) e Curiúva (João Hipólito da Silva).

LÍDER Vídeos | CURIÚVA e SCPAVÃO

Loading...

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM

TÓP LÍDER

01 - Simone e Simaria - Loka - Part - Anitta
02 - Gusttavo Lima - Homem de Família
03 - Henrique & Juliano - Vidinha de Balada
04 - Wesley Safadão - Ninguém é de Ferro - Part - Marília Mendonça
05 - Marilia Mendonca - Eu Sei De Cor
06 - Felipe Araújo - A Mala é Falsa - Part - Henrique & Juliano
07 - Roberto Carlos - Chegaste - Part - Jennifer Lopez
08 - Michel Teló - O Mar Parou
09 - Gustavo Mioto - Impressionando os Anjos
10 - Maiara e Maraisa - Você Faz Falta Aqui
11 - Matheus e Kauan - Te Assumi Pro Brasil
12 - Luan Santana - Acordando o Prédio

Atualizado em 24 de Março de 2017