Esporte NOTÍCIAS

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Em Curitiba, vereadores fazem reivindicações para Santa Cecília do Pavão


Vereadores de Santa Cecília do Pavão estiveram em Curitiba, onde fizeram reivindicações em nome da população de seu município.

O presidente da Câmara, Joselito da Luz (PMDB) e edis cecilienses José Almeida dos Santos (PMDB), o Dega, Mauro Kendi Miyamoto (PSDB) contaram com o apoio do gabinete do deputado estadual e líder do governo, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB).

Inclusive o chefe de gabinete de Romanelli, Edimar Santos, também acompanhou a comitiva de vereadores de Santa Cecília do Pavão.

Na Secretaria Estadual de Esportes, ele reivindicaram material esportivos e a implantação de projetos naquela área ara o município.

Em visita ao Instituto das Águas do Paraná, presididido pelo ex-prefeito de Cornélio Procópio, Amin Hannouche, os vereadores solicitaram a doação de manilhas para Santa Cecília do Pavão.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Queda de muro de colégio estadual completa um ano em 6 de junho

Temporal ocorrido na noite de 6 de junho de 2014 provocou a queda de parte do muro do Colégio Estadual Barão do Rio Branco, de Assaí.
Um ano depois, a obra ainda não foi realizada.
Celebrando então aniversário de um ano, finalmente o governo estadual anunciou a liberação de recursos para a reconstrução do muro daquele colégio.
A licitação deve acontecer em 22 de junho.
Recentemente, sem precisar data, o deputado Tiago Amaral havia dito que a obra sairia em breve, o que deve acontecer então a partir dos próximos meses.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Cras de Sapopema recolhe garrafas pet para decoração de Natal

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), de Sapopema, realiza campanha de arrecadação de garrafas PET.

O material recolhido será transformado em uma decoração para o próximo Natal.

A campanha prevê distribuição de duas bicicletas para quem mais arrecadaram garrafas pet. Os participantes da promoção concorrem também a dois tablets, dois celulares e brinquedos (bonecas, bolas de futebol).

domingo, 14 de junho de 2015

MP investiga desvios em assembleias legislativas de todo o país

Deputados estaduais de vários estados foram flagrados metendo a mão no dinheiro público. Eles são suspeitos de contratar serviços que não são feitos e de manter funcionários fantasmas para embolsar os salários.
No Amapá, um empresário fez acordo de delação premiada com o Ministério Público. Denunciou esquema que desviou R$ 1 milhão em contratos de consultoria e prestação de serviços com a Assembleia Legislativa. “Eu ia realizar o serviço e ia ganhar em torno da metade do recurso sobre isso. Ia tirar o imposto e ia dividir os valores”, afirmou.
O Ministério Público investiga desvios que podem chegar a R$ 50 milhões. O presidente da Assembleia responde a mais de 40 processos por fraudes. Os deputados chegam a ter mais de 70 assessores, e nem todos trabalham. “Nunca entrei na assembleia. Era nomeado como assessor político e nunca peguei em um papel”, diz um suposto assessor.
São fraudes que se espalham pelo país. Na periferia de Maceió, duas irmãs nem sabiam que estavam na folha de pagamento de Assembleia ganhando R$ 12 mil por mês. “Nunca trabalhei na Assembleia Legislativa, não sei nem onde é. A única coisa que a gente faz é lavar roupa”, conta.
Juntos, os fantasmas da Assembleia de Alagoas receberam mais de R$ 15 milhões em três anos. “Pessoas humildes foram utilizadas para serem colocadas na folha de salários da Assembleia Legislativa e receberem esses pagamentos. Algumas conheciam, sabiam da irregularidade, outras desconheciam essa irregularidade”, afirma o representante da Controladoria-Geral da União em Alagoas, José William da Silva.
Em quatro estados, as despesas com pagamento de assessores nas assembleias são maiores que na Câmara dos Deputados. Em Goiás, nem todos trabalham. Segundo o Ministério Público, caso de um padre e de uma manicure, que saiu correndo ao ser procurada para dar explicações.
No Rio Grande do Sul, um esquema de funcionários fantasmas foi denunciado pelo ex-chefe de gabinete do deputado Doutor Baségio, do PDT. Ele diz que assessores, muitos sem trabalhar, revolviam os salários ao deputado, como mostra um vídeo.
Outra fonte de desvios é a chamada verba indenizatória. No Rio Grande do Sul, os 55 deputados receberam mais de R$ 4,5 milhões para rodar mais de oito milhões de quilômetros, o equivalente a 10 viagens de ida e volta até a lua. Parte do valor a ser pago aos deputados é controlado pelo medidor de quilometragem dos carros.
O ex-chefe de gabinete conta que o marcador de vários carros é fraudado em oficinas mecânicas. “Levei o carro para fazer a adulteração no mínimo umas seis, sete vezes. Então, você joga para cima essa quilometragem”, afirma.
Na oficina especializada, ele mostra como a fraude acontece. Em minutos, a quilometragem do carro é aumentada em cinco mil quilômetros. “Isso é uma vergonha. E quem cometeu esse tipo de crime, sendo comprovado, tem que pagar por isso”, afirma o presidente da Assembleia, Edson Brum.
Um porta voz do deputado Moisés Souza, presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, disse que é tudo perseguição do Ministério Público e negou as acusações.
O deputado Diógenes Baségio, do Rio Grande do Sul, nega o esquema de fantasmas e disse que nunca exigiu dinheiro de assessores.
do Bom Dia Brasil

LÍDER Vídeos | CURIÚVA e SCPAVÃO

Loading...

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM
1 - Sapequinha - Eduardo Costa
2 - Aquele 1% - Marcos & Belutti part. Wesley Safadão
3 - Isso cê num conta (Nova versão) - Bruno & Marrone
4 - Escreve aí (Ao vivo) - Luan Santana
5 - Dez minutos longe de você - Victor & Leo part. Henrique & Juliano
6 - Bem feito - Thaeme & Thiago
7 - Deixa ele sofrer - Anitta
8 - Quando Deus quer - Lucas Lucco
9 - Senha do celular (Ao vivo) - Henrique & Diego
10 - O defensor - Zezé di Camargo & Luciano
11 - Que sorte a nossa (Ao Vivo) - Matheus & Kauan
12 - Mudando de assunto (Ao vivo) - Henrique & Juliano

Atualizado em 19 de Setembro de 2015