Esporte NOTÍCIAS

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Governo do Estado libera R$ 2,5 bilhões para obras em dois meses

Governadora Cida Borghetti durante agenda com prefeitos do Interior do Estado, no Palácio Iguaçu.Curitiba, 06/06/2018.Foto: Orlando Kissner/ANPr

Nos últimos 60 dias, o Governo do Estado liberou R$ 2,5 bilhões para a realização de obras de infraestrutura de transporte e em áreas urbanas, em saneamento, construção de prédios públicos e habitação, entre outros. O montante foi destacado pela governadora Cida Borghetti nesta quarta-feira (06) ao comentar o período em que está à frente da administração estadual. “Em 60 dias, atendemos os 399 municípios do Paraná e temos vários anúncios ainda para fazer”, disse.
“Recebemos o Estado com as contas em dia e estamos fazendo os investimentos necessários para a ampliar a qualidade de vida dos paranaenses, pois o foco da nossa gestão é na melhoria da vida das pessoas”, afirmou Cida durante agenda com prefeitos do Interior do Estado, no Palácio Iguaçu. “Só com prefeituras, são 1.001 convênios assinados, que representam R$ 535 milhões em obras e ações de melhoria urbana nas nossas cidades”, destacou, relatando convênios da Secretaria do Desenvolvimento Urbano.
Cida também destacou os convênios firmados entre prefeituras e a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística para pavimentação de vias urbanas e rurais. Em 60 dias, foram formalizadas parcerias com 27 municípios, para a realização de projetos que somam R$ 171 milhões. “Buscamos as ferramentas para atender as demandas das cidades. As pessoas devem ser tratadas de igual maneira, sem distinção”, ressaltou ela, lembrando que o governo também destinou R$ 50 milhões para a construção de prédios públicos, como delegacias, unidades da PM e bombeiros, centros de socioeducação e regionais de saúde.
O prefeito de Santana do Itararé, Joás Ferraz Michetti, confirmou o caráter municipalista do governo. “É um governo que conhece a realidade de cada cidade”, disse. “A prova do municipalismo é dividir com igualdade e vemos isso na prática com o Governo do Estado”, completou.
RODOVIAS - Para a infraestrutura rodoviária, já foram destinados R$ 1,05 bilhão para obras de construção, modernização, manutenção e conservação da malha estadual, que tem 12 mil quilômetros. “Temos obras iniciadas e em licitação, que atenderão todas as regiões do Paraná”, afirmou a governadora. “Um dos projetos mais emblemáticos deste pacote de obras vai acontecer na PR-323, que será totalmente modernizada”, destacou Cida.
Para garantir a manutenção da profundidade do canal de acesso aos portos paranaenses foi aberta licitação no valor de R$ 470 milhões, para campanhas contínuas de dragagem. “O porto de Paranaguá teve uma movimentação recorde, de 2,2 milhões de toneladas de grãos, em abril. Isso é fruto das melhorias já realizadas. Nosso compromisso é garantir ainda mais agilidade e competitividade aos nossos portos”, disse a governadora.
HABITAÇÃO – Outra área destacada pela governadora foi a habitação. Em dois meses, foi autorizada a construção de 1.056 casas para famílias de 18 cidades. Deste total, 254 serão erguidas na área rural. Além disso, foi iniciado processo de regularização fundiária de 4.331 imóveis sem documentação. “Também autorizamos o projeto-piloto do programa Morar Bem Paraná Terceira Idade, em Jaguariaíva. É um condomínio diferenciado, para abrigar idosos”, frisou Cida Borghetti.
Desde abril, a Sanepar iniciou obras que somam R$ 132,8 milhões, em diversas regiões do Paraná, para ampliação de redes de abastecimento de água e dos serviços de coleta e tratamento de esgoto. A estatal também renovou o contrato com a Prefeitura de Curitiba. Com isso, a capital receberá mais R$ 3,5 bilhões em obras de saneamento nos próximos anos.
EDUCAÇÃO - A rede estadual de ensino também recebeu um volume expressivo de recursos, além da melhoria salarial para 6,5 mil servidores e o aumento do vale transporte para 15 funcionários, o Estado liberou R$ 271,8 milhões para manutenção e ampliação do sistema de educação especial e atendimento de alunos que vivem em acampamentos rurais. Desde abril, mais 86 Apaes passaram a receber suporte financeiro do Estado.
Outra medida neste setor, foi a ampliação dos recursos para o transporte escolar da rede pública. Atendendo demanda da Associação de Município, a governadora autorizou o repasse de mais R$ 20 milhões para a realização do serviço. “Com isso, chega R$ 120 milhões o total da verba destinada aos municípios para fazer o transporte de alunos”, afirma Cida.
SAÚDE – A governadora também destacou medidas adotadas na área de saúde, entre elas o lançamento do serviço de reprodução assistida por meio do SUS e a ampliação do Teste do Pezinho, que agora passará a identificar 11 doenças raras.
Para ampliar os serviços de saúde, o Governo do Estado assinou 77 convênios e contratos com 69 municípios do Estado. O valor soma R$ 100 milhões. Cerca de R$ 94,7 milhões são para reformas, ampliações, adequações e compra de equipamentos para hospitais.
Outros R$ 52 milhões foram reservados para a construção do Hospital da Criança de Maringá, que terá foco em oncologia infantil. Também houve o repasse de R$ 1,4 milhão para a construção de uma nova ala de UTI no Hospital Santa Clara, de Colorado.
Mais R$ 9 milhões vão custear o novo Centro de Diagnósticos e Imagem da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba. Ainda na capital, houve liberação de R$ 9,8 milhões para o Fundo Municipal de Saúde para compra equipamentos para as 111 unidades básicas de saúde. Os recursos também permitirão a reforma de 14 unidades e a construção de uma sede própria para a unidade do Umbará.
O Interior do Estado também recebeu recursos para unidades básicas de saúde. Na região Oeste, 24 unidades serão reformadas e Toledo terá um novo posto. A cidade também está ganhando um novo Hemonúcleo. Já o Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Setentrião Paranaense recebeu R$ 10,5 milhões do governo, enquanto Paranaguá recebeu R$ 5,6 milhões para aplicar em programas de controle de zoonoses.
SEGURANÇA PÚBLICA – Na segurança pública, um dos destaques dos últimos 60 dias é a criação da Divisão de Combate à Corrupção e da Secretaria Especial da Administração Penitenciária. A área ganhou um novo helicóptero para reforçar o policiamento na região de Foz do Iguaçu. A Polícia Rodoviária Estadual receberá 38 novas motocicletas para patrulhamento e a Polícia Científica 130 novos profissionais classificados em concurso público.
A governadora Cida Borghetti também confirmou a instalação de uma unidade do Colégio da Polícia Militar do Paraná em Cornélio Procópio e autorizou o ingresso de 14 novos alunos no curso para formação de oficiais da PM. Além disso, liberou processo seletivo para contratação de 1.156 novos agentes de cadeia pública. Desde abril, foram entregues as primeiras 11 celas modulares e uma nova Unidade Paraná Seguro (UPS) para Cascavel.
Na agenda de medida adotadas, Cida ainda ressalta a criação do curso de Medicina na Unicentro, e o retorno da cobrança das contas da Copel pelas lotérias. A estatal de energia também passou a fornecer internet rápida para mais 16 novos municípios do Noroeste.
Governadora Cida Borghetti durante agenda com prefeitos do Interior do Estado, no Palácio Iguaçu.Curitiba, 06/06/2018.Foto: Orlando Kissner/ANPr
FAMÍLIA – A governadora também destacou ações na área da família, como a campanha Não Engula do Choro, que alcançou 3,2 milhões de pessoas e foi criada para incentivar denúncias de violência e abusos contra crianças e adolescentes.
Ela também comentou o relatório da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, fechado em maio, que mostra que as ações realizadas pelo Governo do Estado nos últimos anos melhoraram a condição de vida de famílias em 95% dos municípios paranaenses.
“Neste nosso período de governo repassamos R$ 12,8 milhões para 156 municípios prioritários, para atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade social”, afirma a governadora Cida Borghetti, lembrando que o Estado já atendeu 309 mil famílias com programas de combate à pobreza.
SUSTENTABILIDADE – A governadora também decidiu que a Ilha das Cobras, que no passado era usada como residência de verão do Governo do Estado, vai virar uma unidade de conservação ambiental. Também no Litoral, foi instituído um programa para que comunidades de cidades portuárias recebem capacitação para proteger meio ambiente, reforçando ações do Porto de Paranaguá, que celebra mais de 58 mil ações ambientais.
ECONOMIA - “Enfrentamos um período difícil durante a paralisação dos caminhoneiros, mas o Paraná encontrou soluções para reduzir os impactos da mobilização”, afirmou a governadora, lembrando que criou um gabinete de gestão na Defesa Civil. A unidade permitiu a liberação de cargas essenciais. “Também reduzimos a base de cálculo do ICMS do diesel, permitindo que o preço na bomba caia até R$ 0,04”, destacou Cida. A redução e isenção do imposto também faz parte de iniciativas para estimular a instalação de fontes de mini e micro geração de energia elétrica renovável, e para estimular o comércio e o turismo em cidades de fronteira.

DA Agência de Noticias do Paraná

Nenhum comentário:

LÍDER Vídeos | CURIÚVA e SCPAVÃO

Loading...

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM