Esporte NOTÍCIAS

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Bicheiros pagavam R$ 900/mês à delegada, diz Ministério Público





O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) denunciou ontem 12 pessoas acusadas de envolvimento com o jogo do bicho na região. Elas foram presas durante a Operação Jogo Sujo, desencadeada no último dia 7, em Jandaia do Sul. Entre os denunciados, estão Elza da Silva, que já foi titular da delegacia de Marialva e da Delegacia da Mulher de Maringá, e Gustavo Tucci Nogueira, ex-delegado de Jandaia do Sul.
Os dois delegados tiveram o pedido de relaxamento da prisão negado no último dia 17 pelo juiz Maurício Pereira Douto. O juiz é o mesmo que decretou a prisão deles durante a operação do Gaeco. Eles prosseguem presos em Curitiba.
O pedido de relaxamento partiu do advogado Edson Vieira Abdala. Na decisão, o juiz repetiu o que havia afirmado ao decretar a prisão preventiva e alegou que a manutenção da prisão é uma forma de "garantir de ordem pública" e uma forma de resposta à sociedade. "É inquestionável o poder de intimidação e o grau de influência que desfruta uma autoridade policial. Sua liberdade implicaria até mesmo no desaparecimento de vestígios dos delitos cometidos."
O advogado dos delegados, que é de Curitiba, não atendeu à reportagem para falar sobre o assunto (foram deixados três recados na caixa postal do celular do advogado, entre 16h e 18h de ontem). Extraoficialmente, a informação é de que os delegados estariam trocando de advogado para tentar um novo pedido de relaxamento da prisão preventiva.
Denúncia
Na denúncia, o Gaeco informou ter investigado por três meses o funcionamento da Banca Vale do Ivaí, que continua em funcionamento em Jandaia do Sul, Mandaguari, Marialva e outras oito cidades. Foram identificadas 85 pessoas trabalhando para a bancam. Entre elas, estão o dono da banca, Mário Saddi Júnior, conhecido como Marinho; o sobrinho e braço direito dele, André Luiz Saddi Pires, e outro integrante do bando, José Luiz Bosio. Os três estão na Penitenciária Estadual de Londrina II, acusados de corrupção ativa, formação de quadrilha, prática de contravenção penal do jogo do bicho.Na mesma lista, estão o ex-delegado de Jandaia do Sul Gustavo Tucci Nogueira, a ex-delegada da Mulher de Maringá Elza da Silva, e o investigador de polícia Pedro Leite da Silva. Segundo a denúncia do Ministério Público, Elza receberia R$ 900 por mês, entre fevereiro e outubro de 2009, para "fazer vista grossa" ao funcionamento do jogo. Nogueira e o investigador receberiam R$ 3 mil por mês, de 2004 a outubro de 2010. Depois, esse valor foi aumentado para R$ 4,1 mil.Também foram denunciados Agnaldo César Elias, Rodrigo Michel Valério, Geraldo Borges Fraga, Douglas Silva de Jesus, Miguel Rosa de Jesus e a funcionária pública Dirce Aparecida da Silva.

Nossa ação foi só um golpe nos cabeças da organização e o trabalho continua"Jorge Fernando Barreto da Costa, promotor do Gaeco de Londrina

TEMPO16 dias já dura a prisão dos delegados. Eles estão no Depto. de Polícia do Interior, em Curitiba

Nenhum comentário:

LÍDER Vídeos | CURIÚVA e SCPAVÃO

Loading...

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM

TÓP LÍDER

01 - Simone e Simaria - Loka - Part - Anitta
02 - Gusttavo Lima - Homem de Família
03 - Henrique & Juliano - Vidinha de Balada
04 - Wesley Safadão - Ninguém é de Ferro - Part - Marília Mendonça
05 - Marilia Mendonca - Eu Sei De Cor
06 - Felipe Araújo - A Mala é Falsa - Part - Henrique & Juliano
07 - Roberto Carlos - Chegaste - Part - Jennifer Lopez
08 - Michel Teló - O Mar Parou
09 - Gustavo Mioto - Impressionando os Anjos
10 - Maiara e Maraisa - Você Faz Falta Aqui
11 - Matheus e Kauan - Te Assumi Pro Brasil
12 - Luan Santana - Acordando o Prédio

Atualizado em 24 de Março de 2017