Esporte NOTÍCIAS

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Chuvas causam mortes e alagamentos em São Paulo


As chuvas fortes que atingiram São Paulo na noite desta segunda-feira (10) deixaram 14 pessoas mortas: cinco em São José dos Campos, três em Mauá, três na capital, uma em Embu, uma em Mogi das Cruzes e outra em Iperó, que até a noite não havia sido contabilizada oficialmente pelo Corpo de Bombeiros. A maioria das vítimas morreu após deslizamentos de terras em encostas. Na noite desta terça-feira (11) voltou a chover em São Paulo e a capital entrou em estado de atenção. Às 21h, a chuva diminuiu e São Paulo saiu do estado de alerta.
Conforme os meteorologistas do CGE relataram à Agência Estado, a tendência para o fim da noite desta terça e a próxima madrugada é que as chuvas continuem de maneira isolada e variando de intensidade. As imagens de satélite registram chuvas fortes no interior do Estado, com deslocamento em direção à região metropolitana de São Paulo.
ultima = 0;

Saiba mais

RJ: Criança e idoso morrem em desabamento em Nova Friburgo
O Corpo de Bombeiros de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, confirmou na noite desta terça-feira (11) a morte de um idoso que estava entre os escombros de um imóvel que desabou na Rua São Roque, no Bairro de Olaria. Segundo a corporação, um criança também morreu e outras duas ficaram feridas. Ainda não há informações se há outras vítimas soterradas no local.
O desabamento aconteceu à tarde, perto de uma igreja. Segundo os bombeiros, o idoso chegou a ser levado com vida para o Hospital municipal Raul Sertã, mas não resistiu. Já a criança morreu no local. As outras vítimas também foram socorridas no mesmo hospital. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.
Bombeiros do quartel de Nova Friburgo e da Defesa Civil continuam no local, que é muito íngreme e de difícil acesso. Ainda de acordo com os bombeiros, um dos imóveis, que seria um prédio de quatro andares, caiu atingindo outras construções. Chovia forte na região desde o dia anterior. A Defesa Civil acredita que o mau tempo possa ter contribuído para o acidente.
A Secretaria de Comunicação do município, que inicialmente também havia confirmado que um prédio havia desabado, afirma que na verdade seria um casebre de três andares.
Plantão no hospital
A Secretaria de Comunicação de Nova Friburgo informou, ainda, que há uma equipe de plantão no Hospital municipal Raul Sertã só para atender as vítimas do desabamento.
A Defesa Civil ainda investiga as causas do desabamento. Por causa do trabalho de resgate, a Rua São Roque foi parcialmente inteditada.
Fonte: G1/GLOBO.COM
Entre o dia 1º de janeiro e 7h desta terça-feira (11), choveu na cidade de São Paulo 93% do previsto para todo mês, segundo informações do CGE. A chuva acumulada até esta manhã era de 221,2 mm, enquanto a média histórica para o mês, calculada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) com base nas medições no Mirante de Santana, na Zona Norte, é de 239 mm.
Apenas entre 22h de segunda-feira (10) e 7h desta terça choveu em média 68,8 mm na cidade – o que representa 29% da média para janeiro.
23 mortes desde dezembro
A Defesa Civil do Estado de São Paulo, registrou, desde o início da Operação Verão, no dia 1º de dezembro do ano passado, até esta terça (11) 23 mortes em decorrência das chuva que atingiram o Estado. Neste número não estão contabilizadas sete pessoas que morreram em razão das chuvas que caíram de ontem para hoje.
Ainda de acordo com a Defesa Civil, 869 pessoas ficaram desabrigadas e 7.359 desalojadas em consequência dos temporais. Outras 22 ficaram feridas. Até agora 69 municípios foram atingidos pelas chuvas. Quatro cidades estão em situação de alerta. São elas: Mauá, Jundiaí, Sumaré e São José dos Campos.
Atibaia
Em Atibaia, no interior do estado de São Paulo, a prefeitura decretou nesta terça-feira (11) situação de emergência.
Em cinco horas, choveu na cidade mais da metade de todo o volume de chuva esperado para o mês de janeiro. Rios e córregos da cidade transbordaram. Bairros inteiros ficaram alagados. O nível do Rio Atibaia está três metros acima do normal.
Na madrugada desta segunda, foram registrados 160 milímetros de chuva, mais da metade do que era esperado para todo o mês de janeiro no município. O decreto deve vigorar por um prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por até 180 dias.
Na manhã desta terça, o nível do rio Atibaia era de 4,13 metros. O acumulado das chuvas era de 245mm, bem mais do que os 130,8 milímetros registrados nos 11 primeiros dias de janeiro do ano passado.
No decreto que deixou a cidade com o status de emergência, o prefeito José Bernardo Denig (PV) considera que, diante do caos instalado, "a situação exige que sejam implementadas medidas de emergência visando amparar as famílias atingidas, além de obrigar a administração a promover a prevenção contra doenças típicas da presente situação."
Franco da Rocha
A chuva que alagou São Paulo na noite desta segunda-feira (10) ainda deixava reflexos no fim da tarde desta terça (11) em Franco da Rocha, na região metropolitana. Parte da cidade estava debaixo d´água, com prédios isolados e ruas interditadas por causa dos alagamentos.
Uma estrada que liga Franco da Rocha a Mairiporã, também na Grande São Paulo, estava alagada. Carros não conseguiam passar. Na Rodovia Fernão Dias, no sentido Belo Horizonte (MG), o trânsito lento era de 6km, por volta de 17h45, devido à uma cratera que abriu na pista.
São José dos Campos
Duas residências desabaram no bairro de Rio Comprido, em São José dos Campos, atingindo outras duas na noite de segunda-feira (10). Os corpos de cinco pessoas foram localizados. Outras duas mulheres acabaram retiradas dos escombros com vida na madrugada.
Mauá
Em Mauá, no ABC, dois homens e um adolescente de 16 anos morreram soterrados. Duas mortes aconteceram no Jardim Zaíra, após duas casas desabarem sobre outra. O jovem de 16 anos e um homem de 55 anos eram vizinhos. A cerca de quatro quilômetros deste ponto, no Jardim Rosina, o desabamento de um imóvel matou outro homem.
Capital paulista
A cidade de São Paulo registrou três mortes. Mãe e filha foram vítimas de desabamento da casa onde estavam, no bairro de Furnas, na Zona Norte, no início da madrugada desta terça-feira (11). No Centro de São Paulo, também foi registrada a morte de uma pessoa. O jovem de 27 anos ficou submerso em uma enchente na Avenida Nove de Julho, na Bela Vista. Ele chegou a ser socorrido na Santa Casa, mas morreu.
Embu
No limite de Embu com a capital paulista, outra residência desabou e causou a morte de um homem de 76 anos, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros. Outro ocupante da casa ficou ferido e não corre risco de morrer.
Mogi das Cruzes
Em uma rua de Mogi das Cruzes, um homem com cerca de 40 anos foi localizado por volta da meia-noite caído em um bueiro. Testemunhas disseram que ele saía de um bar quando caiu e acabou levado pela enxurrada.
OAS_AD('Middle');

Nenhum comentário:

LÍDER Vídeos | CURIÚVA e SCPAVÃO

Loading...

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM

AS 10 + TOCADAS na LÍDER FM

TÓP LÍDER

01 - Simone e Simaria - Loka - Part - Anitta
02 - Gusttavo Lima - Homem de Família
03 - Henrique & Juliano - Vidinha de Balada
04 - Wesley Safadão - Ninguém é de Ferro - Part - Marília Mendonça
05 - Marilia Mendonca - Eu Sei De Cor
06 - Felipe Araújo - A Mala é Falsa - Part - Henrique & Juliano
07 - Roberto Carlos - Chegaste - Part - Jennifer Lopez
08 - Michel Teló - O Mar Parou
09 - Gustavo Mioto - Impressionando os Anjos
10 - Maiara e Maraisa - Você Faz Falta Aqui
11 - Matheus e Kauan - Te Assumi Pro Brasil
12 - Luan Santana - Acordando o Prédio

Atualizado em 24 de Março de 2017